Modelagem e Redesenho de Processos

As empresas precisam organizar e aperfeiçoar suas rotinas, como parte fundamental da sua estratégia.
O entendimento da mudança em processos deve ser executado de forma sincronizada levando em consideração: estrutura organizacional, políticas e regras, instalações e tecnologia. Cada processo deve ser avaliado em relação à sua realidade atual, seu principais problemas, gargalos, erros, desempenho insatisfatório, retrabalhos, entre outros, bem como sua realidade futura almejada.

Para isso, são necessárias diversas etapas, contemplando planejamento de atividades, identificação das necessidades, mapeamento, análise, redesenho e otimização do processo. Devem ser considerados, sempre que necessário, a implementação de novas tecnologias para automação, mudanças na estrutura organizacional para suporte ao processo redesenhado.

Além disso, para o correto monitoramento, faz-se também necessária a definição dos indicadores de desempenho do processo.

Quando necessário, essa etapa é potencializada com a automação dos processos mapeados e redesenhados, dando consistência , padronização e desempenho às ideias concebidas.

A abordagem sistemática de levantamento e remodelagem de processos e automação permite à organização alcançar níveis de excelência operacional antes inatingíveis, tendo como principais benefícios:

  • Análise crítica dos processos existentes e identificação de oportunidades de melhorias e gargalos;
  • Representação gráfica dos processos;
  • Redesenho dos processos, com base nas melhorias propostas, após aprovadas pelo cliente;
  • Revisão da Estrutura Organizacional para suporte aos processos redesenhados;
  • Manualização e Padronização
  • Autoconhecimento, através de todas as análises realizadas;
  • Automação dos processos.
Rolar para o topo