Projeto de Tradução dos Guias PMI® – Compartilhando Experiências

Em 2009, como Diretor do capítulo cearense do PMI®, conduzimos um inovador projeto: a tradução para a Língua Portuguesa dos Guias do PMI® para Gerenciamento de Programas e Gerenciamento de Portfólios, antes disponíveis apenas em Inglês. Esse projeto (ou mais acertadamente Programa) congregou voluntários de vários estados brasileiros. Foi uma experiência empolgante e inovadora, para cujo sucesso contribuíram a organização e, principalmente, a dedicação de quem participou. Esse artigo apresenta detalhes desse desafio vencido pelo trabalho em equipe.

A ideia de promover a tradução de Guias PMI®– ampliando as oportunidades de conhecimento a toda comunidade – surgiu pela primeira vez durante a campanha para a eleição da diretoria do PMI-CE para o biênio 2008-2009. Estava lá, no material enviado para apreciação dos associados, embora desconfio que poucos perceberam a dimensão do que estava sendo proposto:

“Tradução Guias PMI® Elaborar e disponibilizar para associados a tradução dos guias e padrões que ainda não têm versão em português, tais como Gerenciamento de Portfólio, Gerenciamento de Programas, EVM e OPM3. “

É uma boa forma de começar um projeto: apresentar uma visão empolgante, desafiadora e que inspire as pessoas a participarem dele.

O trabalho da diretoria foi abrangente: o ano de 2008 foi o do primeiro seminário de GP do estado do Ceará e muitas outras iniciativas foram realizadas.

E o projeto de tradução, onde estava ele?

Hoje não há mais dúvidas, mas diversas discussões permeavam a diretoria na época sobre a viabilidade do projeto. Questionamentos como “o PMI®não vai deixar !”, “não temos experiência nesse tipo de projeto”, entre outros do mesmo gênero, eram comuns. Esse é o primeiro momento em que a visão construída mostra a sua utilidade: todo projeto é sujeito a percalços (alguns começam até antes do seu nascimento) – vencer cada um deles torna-se possível quando a visão é suficientemente empolgante para incentivar a equipe a vencer os desafios impostos.

Vencidas essas primeiras dúvidas, o Termo de Abertura foi emitido com os seguintes objetivos:

  • Tradução e publicação dos dois guias (programas e portfólios) em língua portuguesa;
  • Divulgação e comercialização através de canais pertinentes;
  • Apresentação e difusão dos conceitos de gerenciamento de programas e portfólios nas empresas públicas e privadas.

O projeto teve então início, tendo o planejamento realizado entre Outubro e Dezembro/2008, tempo também em que foi firmado um contrato internacional com PMI, através da Administradora de Propriedade Intelectual do PMI, Sra. Catherine Viega. O dia 31/12/2008 representava um marco importante: nessa data era lançada a segunda edição dos guias e já havíamos tomado a decisão estratégica de realizar a tradução sobre essa nova versão – às vezes um suposto atraso, do ponto de vista estrito do Gerenciamento de Projetos, é na verdade um passo a frente, quando consideramos os objetivos estratégicos e os ganhos adicionais que podem alcançados.

Isso nos custou alguns dias a mais, pois apenas ao final de janeiro/2009 recebemos o material original do PMI, sobre o qual desenvolvemos a tradução.

Não tínhamos experiência prévia nenhuma, mas uma vontade enorme de aprender e, arrisco dizer, boa dose de bom senso e criatividade. O escopo foi desenvolvido, tendo as seguintes bases:

  • Contrato internacional fechado com o PMI®, respeitando os direitos autorais;
  • Contratação de Tradutores para a versão inicial da tradução do texto;
  • Montagem de uma base de dados de tradução;
  • Participação de voluntários nas revisões;
  • Participação dos voluntários na tradução das figuras;
  • Revisão final a cargo de uma equipe de consenso;
  • Diagramação similar ao original;
  • Participação de Patrocinadores, que teriam seus logotipos associados à edição impressa.

Chamamos a base de dados de tradução de Roseta, referenciando a famosa pedra estudada por Champollion, cientista francês, que resultou na decifração dos hieróglifos. Essa base, utilizada por toda a equipe, representava um primeiro consenso sobre algumas das terminologias mais importantes, incluindo as traduções de todos os grupos de processos, áreas de conhecimento, processos, entradas, ferramentas e saídas, além de todos os termos do glossário.

Decidiu-se também, desde o início, que no balanceamento das restrições, teríamos sempre a qualidade como a mais importante delas. Isso nos levou ao seguinte processo de tradução, onde o rigor nas revisões foi o princípio base:

Diversas etapas do processos de tradução

a) Os tradutores contratados revisam entre si os trabalhos para um primeiro polimento;

b) Os voluntários fazem a primeira revisão;

c) Um grupo menor e mais coeso faz a segunda revisão, ainda mais rigorosa. O objetivo não é apenas ser fiel ao original, mas realizar adaptações sobre a linguagem para que o estilo reflita o modo como se escreve em Português;

d) Finalmente, na junção de todos os capítulos, são realizados ajustes finais, com foco em detecção de incoerências e uniformização.

Como resultado desse esforço, foram traduzidos pelo grupo os Guias de Gerenciamento de Portfólios (The Standard for Portfolio Management – Second Edition) – lançado em Julho/2009 - e de Gerenciamento de Programas (The Standard for Program Management – Second Edition) – lançado em novembro/2009, tendo somadas mais de 500 páginas de conteúdo, envolvendo 25 voluntários de diversos estados e tendo o apoio de 9 patrocinadores.

Capas dos dois guias, traduzidos e diagramados pelo PMI-CE

Esse foi um feito notável, pois, nesse curto espaço de tempo, nem o PMBOK® Quarta Edição, lançado na mesma data que os dois guias mencionados, havia sido totalmente traduzido e disponibilizado pelo PMI®.
Como em todo projeto, nem tudo ocorre como planejamos. Importante, portanto, que registremos o aprendizado, que pode ser útil em futuros projetos. As lições aprendidas mais importantes foram:

  • Persistência e motivação devem ter o exemplo de cima;
  • Deve-se investir muita comunicação em busca da motivação dos voluntários;
  • Motivação é fundamental, pois há uma grande doação de tempo;
  • Qualidade é fundamental;
  • Cuidado com o índice remissivo ! Ele requer uma boa dose de trabalho, na reta final da tradução;
  • Pensar com antecedência a estrutura comercial;
  • Dificuldades na obtenção de patrocínios.

Para finalizar, deixando já aberto o canal de comunicação a quem precisar conhecer mais detalhes sobre o projeto ou precisar de apoio em projetos similares, é importante registrar a participação de cada um dos voluntários e a dedicação deles na construção dessa ponte para novos conhecimento, que é, no fundo, o que se constrói quando traduzimos uma base de conhecimentos dessa relevância:

Voluntários do Projeto de Tradução de O Padrão para Gerenciamento de Portfólios – Segunda Edição:

  • Ailton Cristian Queiroz e Silva, PMP, MBA, ITIL Practitioner
  • Carlos Sawaki, Designer Gráfico
  • Carlos Sérgio Mota Silva, PMP, MBA, CAE
  • Emerson Pinheiro Landim, PMP, MBA
  • Fabio Pinheiro Abreu, PMP
  • Luthiano Sande Lima Vasconcelos, PMP, MBA, CFPS
  • João Carlos Pereira da Costa, MPM
  • José Claudio Lima de Siqueira, PMP, MBA
  • Mário Eduardo Rocha Lima, PMP
  • Pedro Elder Silva Lima, MSc, ITIL
  • Raquel Ximenes de Freitas, PMP
  • Tathianne Moreira Abreu, PMP, MSc

Voluntários do Projeto de Tradução de O Padrão para Gerenciamento de Programas – Segunda Edição:

  • Ailton Cristian Queiroz e Silva, PMP, MBA, ITIL Practitioner
  • Alexsandro Amarante, PMP, MSc, TOCICO Certified
  • Carlos Sawaki, Designer Gráfico
  • Carlos Sérgio Mota Silva, PMP, MBA, CAE
  • Catarina Mirza Lima, MBA
  • Eliseu Castelo Branco Jr., PMP, MSc
  • Emerson Pinheiro Landim, PMP, MBA
  • Fabio Pinheiro Abreu, PMP, MSc
  • Germano Fenner, ITIL, MBA, MSc, PMP
  • Haroldo Nunes Menezes, PMP, ITIL, MSc
  • Jean Carlos de Castro Moura, PMP, CSM
  • José Claudio Lima de Siqueira, PMP, MBA
  • José Facundo Barbosa, PMP, ITIL, MBA
  • Jose Henrique Lopes da Silva, Esp.(MPS), MBA, ITIL
  • Kerginaldo Regis da Silva Martins, MBA
  • Lélio Varella, PMP
  • Mário Eduardo Rocha Lima, PMP
  • Ney Fernandes de Castro, PMP, MBA
  • Otávio Fernandes Frota, MSc, PMP, ITIL, COBIT
  • Paulo Karol Araujo Maranhão, PMP, ITIL
  • Pedro Elder Silva Lima, MSc, ITIL
  • Rafael Sanford Diógenes, PMP, MBA
  • Tathianne Moreira Abreu, PMP, MSc

3 Correspondente

  1. Franklin
    Prezados boa tarde, Os Parabenizo pela iniciativa e gostaria de saber se está disponível os Guias traduzidos e o custo da aquisição. Agradeço.
    • Carlos Sergio
      Obrigado Franklin ! Acredito que o PMI-CE ainda tenha alguns exemplares. Estou repassando para eles o seu Post.
  2. Robert Magno
    Prezados, Parabéns! Tenho também interesse nos guias.

Deixe um Comentário